In English | En español
Questions About Cancer? 1-800-4-CANCER

Centro para la Salud Mundial del NCI

Page Options

  • Print This Page
  • Email This Document

Parceiro na Rede de Pesquisa sobre o Câncer nos Estados Unidos - América Latina (US-LA CRN): Chile

A Incidência do Câncer no Chile1

  • Em 2008, a taxa de incidência padronizada mundial (ASR(W)) por 110 mil habitantes para o câncer no Chile foi de 176,7, excluindo o câncer de pele não melanoma. Um total de 36.000 novos casos de câncer foram diagnosticados.
  • As taxas de mortalidade por câncer em homens Chilenos são mais elevadas para câncer no estômago, próstata e de pulmão.
  • As taxas de mortalidade por câncer em mulheres Chilenas são mais elevadas para câncer na vesícula biliar, mama e estômago.

Infraestrutura da Pesquisa sobre o Câncer no Chile2

A pesquisa em saúde, incluindo a pesquisa sobre o câncer, é realizada principalmente nas universidades e centros de pesquisa.  Para promover a pesquisa fundamental sobre os problemas prioritários de saúde do país, o Ministério da Saúde (MINSAL) implementou uma política sistemática anti-câncer que se apoia na medicina baseada em evidências.

A Comissão Nacional de Pesquisa Científica e Tecnológica (Comisión Nacional de Investigación Cientifica y Tecnológica ou CONICYT) é o órgão governamental de consultoria para Ciência e Tecnologia.  A CONICYT concentra seus esforços de desenvolvimento de Ciência e Tecnologia no financiamento de bolsas de revisão científica como uma forma de melhorar as condições sociais e econômicas do país.  Outras importantes instituições de apoio à pesquisa científica e tecnológica (governamentais e não governamentais) são o Programa da Agência de Desenvolvimento Econômico do Chile, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia, e o Programa de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica do Chile.  Além disso, a missão da Fundação Chile - uma instituição privada sem fins lucrativos - é introduzir a inovação e o desenvolvimento do capital humano na economia chilena através da gestão de tecnologia, em parceria com redes de conhecimentos locais e globais.  A Iniciativa Genoma Chile financia estudos genômicos e o Centro de Estudos Científicos é uma sociedade privada, sem fins lucrativos, para o desenvolvimento, promoção e divulgação da investigação científica.

Os centros que participam da pesquisa em saúde estão espalhados por quase todo o Chile, incluindo a Universidad de Chile, Pontificia Universidad Católica de Chile, Universidad de Santiago de Chile, Universidad Metropolitana de Ciencias de la Educación, Universidad Tecnológica Metropolitana, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Universidad de Valparaíso, Universidad Austral, e a Universidad de Antofagasta, entre outros.

Serviços de Saúde no Chile3

O MINSAL é a agência de serviços de saúde no Chile. Ele estabelece as políticas de saúde, divulga planos e normas gerais, supervisiona, controla e avalia o cumprimento destas diretrizes.  Além disso, o Fundo Nacional de Saúde (Fondo Nacional de Salud ou FONASA), a ISAPRE (ISAPRE Banmedicas), o Instituto de Saúde Pública, e a Câmara Central de Abastecimento, estão subordinados ao MINSAL.  O Instituto de Saúde Pública é responsável por regular medicamentos e produtos médicos.  O sistema de serviços de saúde em geral tem apoio público e privado. 

O seguro público é fornecido através do FONASA - que recebe contribuições dos seus membros e do governo nacional - para fornecer cobertura aos indigentes e realizar programas de saúde pública. O setor privado é representado por ISAPREs, que são as seguradoras de saúde. O FONASA cobre aproximadamente 63% da população, e as ISAPREs cobrem 23%.

A rede de saúde pública do Chile é composta de instalações ambulatoriais e hospitalares que oferecem serviços de complexidade variável. Existe um total de 196 hospitais gerais no Chile, além de 526 clínicas para atendimento primário e 1.840 postos de saúde rurais. Existe uma clínica para cerca de 28.500 pessoas e um posto de saúde rural para cada 1.900 habitantes rurais.

Financiamento e Despesas do Setor de Saúde3

Em 2000, o gasto total com saúde no Chile foi de 6,6% do PIB em comparação com 6,2% em 2007. A saúde pública é financiada pelo governo federal e pelo co-pagamento de pacientes cobertos pelo sistema público. As despesas do governo com a saúde pública, assim como uma porcentagem das despesas totais do governo passaram de 14,1% em 2000 para 17,9% em 2007.

Coordenador Nacional

Bettina Müller, M.D.
Oncologista
Instituto Nacional del Cáncer
Profesor Zañartu 1010 Independencia
Santiago, Chile
Tel: 56-2-5757245
bmuller@incancer.cl & bgmuller@gmail.com

Notas de rodapé:

  1. Perfis de Saúde das Organização Pan-Americana de Saúde do País (OPAS, 2010); Banco de Dados Mundial WHOSIS da Organização Mundial de Saúde, e Embaixada do Chile nos Estados Unidos.  
  2. Agência Internacional para Pesquisa sobre o Câncer (IARC-OMS, 2010); Relatório sobre Ciência e Tecnologia do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID, 2011).  
  3. Estatísticas de Saúde Mundiais (OMS, 2010).