In English | En español
Questions About Cancer? 1-800-4-CANCER

Centro para la Salud Mundial del NCI

Page Options

  • Print This Page
  • Email This Document

Parcerias

Um dos principais objetivos do NCI/CGH é criar parcerias que sejam mutuamente vantajosas para melhorar a pesquisa sobre o câncer em âmbito mundial. NCI juntamente com o Centro Internacional Fogarty da NIH (FIC, sigla em inglês), foram envolvidos em discussões exploratórias com muitas agências de governo em países latino americanos. Vários ministérios do governo nesses países concordaram em participar da Rede de Pesquisa sobre o Câncer nos Estados Unidos - América Latina (US-LA CRN).

Além dos órgãos governamentais que participam da US-LA CRN, o NCI e o FIC também participaram das discussões com várias organizações não-governamentais e organizações nacionais e internacionais de apoio da pesquisa. Essas discussões ajudaram a formar parcerias eficazes para promover e aprofundar a pesquisa sobre o câncer na América Latina.

Outros parceiros do NCI incluem:

Sociedade Americana de Hematologia e Agrupación Mexicana para el Estudio de la Hematología

Em 2009, o NCI criou uma parceria com a Sociedade Americana de Hematologia (ASH) para realizar uma oficina internacional com foco na criação de testes clínicos. Atualmente, tanto o NCI como a ASH são parceiros com a ASH e a Agrupación Mexicana para el Estudio de la Hematología (AMEH) no Projeto de Padronização Citogenética Laboratorial entre Estados Unidos e México. A primeira atividade deste projeto era um Workshop sobre Padronização Citogenética Laboratorial entre Estados Unidos - México que realizado em 8 de abril de 2011 na Cidade do México.

Sociedade Americana de Oncologia Clínica, Sociedad Latinoamericana y del Caribe de Oncología Médica e Federación de Sociedades Latinoamericanas de Cáncerología

Em 2009, o NCI criou uma parceria com a Sociedade Americana de Oncologia Clinica (ASCO) para realizar uma oficina internacional sobre testes clínicos. O objetivo era mostrar as excelentes práticas em pesquisa clínica sobre o câncer, e ao mesmo tempo fundamentadas e relevantes para as necessidades e interesses das comunidades locais e pesquisadores da América Latina.

Em 2011, o NCI junto com a ASCO e a Federación de Sociedades Latinoamericanas de Cáncerología (FLASCA) realizo outra oficina internacional sobre testes clínicos. Os objetivos incllidos a promoção do desenvolvimento de estratégias de tratamento adequado baseadas em evidências nos países com economias emergentes e o ensino das melhores práticas na implementação de testes clínicos do câncer.

Baylor College of Medicine e Clinica las Condes

Em abril de 2010, o NCI copatrocinou o Simpósio Santiago de Câncer de Mama no Chile, com o Baylor College of Medicine e a Clinica Las Condes para compartilhar experiências inovadoras com profissionais de saúde, acadêmicos, estudantes convidados e outros interessados ​​no câncer de mama. O objetivo desta reunião foi atualizar as melhores práticas para o diagnóstico de câncer de mama, tratamento e acompanhamento. A reunião também organizou grupos de estudo, reuniu especialistas e criou oportunidades para discussão e troca de conhecimentos entre os médicos e outros profissionais de saúde.

Universidade de New Mexico, Universidade do Arizona, Instituto Nacional de Salud Pública do México, e Instituto Mexicano del Seguro Social

NCI juntamente com a Universidade de New Mexico, Universidade do Arizona, Instituto Nacional de Salud Pública do México, e Instituto Mexicano del Seguro Social, organizaram uma oficina em janeiro de 2010 cujo foco era a prevenção do câncer do colo do útero para resolver um problema crítico de saúde ao longo da fronteira Estados Unidos- México. Mulheres em comunidades ao longo da fronteira muitas vezes não têm acesso adequado à detecção do câncer cervical e ao acompanhamento de resultados anormais. O workshop reuniu médicos de família, patologistas, cientistas e autoridades de saúde pública de ambos os lados da fronteira para difundir esse problema e para criar possíveis soluções. O encontro destacou as oportunidades de colaboração, através de projetos piloto de demonstração ou para melhorar a detecção, educação e tratamento em comunidades de baixos recursos. Outros participantes foram o Departamento de Saúde do Estado do Arizona, a Secretaria Estadual de Saúde do Texas, o Centro para Controle e prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), e a Comissão Fronteira do México - Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (DHHS).

Susan G. Komen for the Cure®

Susan G. Komen for the Cure® (Komen) é agora a maior organização de câncer de mama do mundo e a maior fonte de recursos, sem fins lucrativos, dedicada à luta contra o câncer de mama. No início de 2010, a Komen e o NCI formalizaram a sua parceria através de um Memorando de Entendimento (MOU) para apoiar a US-LA CRN.

University of Southern California e Universidade de Santiago de Compostela

A Universidade de Southern California e a Universidade de Santiago de Compostela (Galícia, Espanha) formaram uma parceria com o NCI através da Divisão de Controle do Câncer e População Científica do NCI (DCCPS), para apresentar palestras sobre a situação atual da ciência, em um esforço para discutir possíveis projetos para o Consórcio de Epidemiologia do Câncer Latino-americano (Latin American Cancer Epidemiology Consortium). O objetivo das palestras, realizadas em setembro de 2009, foi sintetizar o conhecimento atual e de pesquisa em curso sobre este tema e - com os especialistas presentes nesta reunião - identificar as questões de investigação mais importantes que devem ser abordadas a partir da perspectiva epidemiológica. Durante a 2ª Reunião Anual para o Consórcio de Epidemiologia do Câncer Latino-americano (Latin American Cancer Epidemiology Consortium) em outubro de 2010, as discussões anteriores com o NCI levaram à criação de vários projetos com colaboradores no Chile e na Argentina.