Questions About Cancer? 1-800-4-CANCER

Centro para la Salud Mundial del NCI

Programas do Centro de Saúde Global

A Necessidade de Colaboração

O câncer é uma das principais causas de morte no mundo, mas tem sido considerado uma doença de países desenvolvidos. As pesquisas indicam que com a crescente globalização, o que inclui a migração populacional, o câncer também está se tornando um grande fardo para as nações em desenvolvimento, como é o caso da América Latina. Além disso, existem disparidades na mortalidade por câncer em todo o globo. Mais de 70% de todas as mortes causadas por câncer ocorrem em países de baixa e média renda, e as projeções é de que continuem subindo. O trabalho em colaboração é necessário para se desenvolver um tratamento do câncer e para se criar uma rede de pesquisa na América Latina que identifique os fatores que contribuem para o câncer na região, para detectá-lo nos estágios iniciais e ter uma maior eficiência no seu tratamento.

Cânceres mais freqüentes na América Latina, taxa por 100 mil. Mama – 39,7, Útero – 23,5, Pulmão - 13, Próstata – 48,4, Estômago – 11,7

Rede de Pesquisa Sobre o Câncer nos Estados Unidos - América Latina (US-LA CRN)

Map of the Americas highlighting the six countries participating in the US-LA CRN: Argentina, Brazil, Chile, Mexico, United States and Uruguay.

Em março de 2009, o Instituto Nacional do Câncer (NCI) e os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) e Centro Internacional Fogarty (FIC) realizaram uma oficina sobre o câncer de mama, em Bethesda, Maryland, que reuniu funcionários do governo e delegações de pesquisadores da Argentina, Brasil, Chile, México, Uruguai e Estados Unidos. Com base nas interações dessa reunião, esses países concordaram em formar uma Rede de Pesquisa sobre o Câncer nos Estados Unidos - América Latina (US-LA CRN) e iniciar o estudo piloto sobre o câncer de mama. Ainda em 2009, funcionários do governo representando cada um dos cinco países latino-americanos assinaram Cartas de Intenção com os Estados Unidos para formalizar a criação da Rede de Pesquisa sobre o Câncer nos Estados Unidos - América Latina (US-LA CRN).

Fundação de Programas de Pesquisa contra o Câncer na América Latina do NCI

O CGH utiliza três tipos de programas para melhorar a colaboração e aperfeiçoar constantemente a pesquisa e o tratamento do câncer na América Latina e nos Estados Unidos: 1) pesquisa científica e clínica, 2) treinamento, e 3) transferência de tecnologia e capacitação. Esses programas ajudam a garantir que os esforços de pesquisa sejam sustentáveis, eficazes e culturalmente apropriados.

Pesquisa Científica e Clínica

O Programa de Pesquisa Científica e Clínica do CGH permite que os países iniciem estudos baseados no ônus para a saúde. Esses estudos colaborativos investigarão as áreas onde existe uma necessidade premente de identificação (como, por exemplo, câncer gástrico no Chile e classificação dos cânceres cervicais em algumas áreas do México).

Treinamento

O Programa de Treinamento do CGH concentra-se em fornecer a experiência de treinamento mais adequada para os pesquisadores. Este programa promove a colaboração internacional e adesão a normas de pesquisa de alta qualidade dentro e fora da América Latina. O treinamento é essencial para o estabelecimento e manutenção de um sólido quadro de pesquisadores sobre o câncer.

Capacitação

O objetivo do Programa de Transferência de Tecnologia e Capacitação do CGH é adaptar tecnologias avançadas e ajudar os países da América Latina a criar capacidade de pesquisa no país, necessária para as investigações básicas, translacionais e clínicas sobre o câncer, por meio de parcerias mutuamente vantajosas.

1 World Health Organization